Voltando a realidade…

Queridos Leitores,

Faz uma semana que voltei ao Brasil, revi amigos queridos, revelei fotos e tive que me adaptar novamente ao efeito jet lag. Muitas pessoas me perguntaram sobre como era lá, se eu sentia falta ou simplesmente: por que eu não quis ficar por lá?

Como disse no post passado metade de mim está lá agora, e sim, irei sentir muita falta deles, mas gostaria de explicar isso com um acontecimento engraçado que me ocorreu esses dias.

Estava arrumando meu guarda roupa, tirando roupas velhas e colocando as novas da viagem. Percebi um shorts que havia comprado há muito tempo atrás, tinha gostado dele, pois era militar e coisa tal, mas nunca o usei, pois não cabia em mim. Provei o shorts só para desencargo de consciência, e para minha surpresa: ele me serviu!

Não há paraísos em nosso planeta (dependendo da ideia de paraísos que você tenha). Muitas pessoas imaginam que a Europa é o Paraíso, só pelo fato de ter coisas bonitas e legais por lá. Na Inglaterra, as leis funcionam, os livros são mais acessíveis e a educação vem em primeiro lugar, mas também é um país onde as pessoas brigam no trânsito, existem sim alguns olhares arrogantes e um dos países mais chatos de se passar pela alfândega. Ou seja, assim como qualquer outro lugar, tem coisas boas e ruins.

O Brasil tem muito ainda o que melhorar, não temos segurança nas ruas, os livros não são acessíveis e a educação é deixada de lado. Percebo agora que não é o Brasil que tem que mudar e sim que eu tenho que fazer a diferença no meu país. Não sei porque no semestre passado caí numa enorme depressão e desacreditei nas pessoas, mas agora tenho uma outra visão.

Meio que a gente sai do lugar onde a gente está para valorizar aquilo que tem, e meio que fiz isso: sim, as praias são maravilhosas, mas a água é muita gelada e não dá pra entrar; há doces e comidas maravilhosas, mas não há caldo de cana nem pastel; e os homens são lindos e maravilhosos, mas nada se compara a um brasileiro. hihi

Então, será que ainda preciso responder? Sim, claro um dia irei voltar e rever a família que deixei por lá, mas por enquanto estou feliz aqui, com a minha faculdade, meus gatinhos, meu blog, meus amigos, etc.

O Brasil é aquele shorts: esteve lá o tempo todo só eu que não vi. 😉

Bisous.*

Isabela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s