Her

Queridos Leitores,

Esses dias assisti um filme no qual disse mil vezes pra mim mesma depois de assistir: “Não! O futuro não pode ser assim!”, mas há alguns aspectos do filme que vale a pena ressaltar, (não só psicologicamente falando, mas para a vida).

Theodore é um homem solitário que está passando por um processo de divórcio. Ele acaba se apaixonando por um sistema operacional chamado Samantha e no qual desenvolve uma relação. Com o passar do tempo Theodore tem que enfrentar os desafios e preconceitos da relação entre humanos e SOs, e seus próprios receios e problemas.

 O filme se passa no futuro, mas as roupas são dos anos 70. O elenco conta com Joaquin Phoenix no papel principal, Scarlett Johansson na voz de Samantha, Amy Adams, Olivia Wilde, Rooney Mara e Chris Pratt (Guardiões da Galáxia).

Amy Adams

Olivia Wilde

Rooney Mara

Chris Pratt

Theodore trabalha como escritor de cartas, ele escreve cartas para o destinatário de outras pessoas. Desacreditei em pensar que no futuro poderia haver um emprego desses, é como se as pessoas tivessem perdido o tato de se comunicar uma com as outras, mas é um ponto importante para refletir, porque cada vez mais a internet está afastando as pessoas. Sem contar que nesse futuro as pessoas não digitam, COMO ASSIM?! Eu AMO digitar! Claro que muitas pessoas ficam com problemas no braço e na coluna, por conta de seus empregos no qual o dia todo elas ficam digitando. Isso facilitaria a vida delas, mas sei lá é estranho. ‘~’ Não me imagino conversando com um computador.

Em relação aos personagens, percebemos os problemas de relacionamento que muitos adultos passam. Vemos um homem passando por um processo de divórcio sofrido, uma mulher que tem um casamento infeliz, uma mulher de 40 anos que está correndo contra o tempo para achar um parceiro e pessoas cada vez mais se relacionando com computadores e sistemas virtuais.

Concluindo, não é um filme que eu recomendaria a maior parte das pessoas assistir, nem é considerado um dos meus favoritos, pois é depressivo. Mas devo dizer que gostei da fotografia do filme, ficou bem interessante e combinou com a história. E se você é aluno de Psicologia ou de Computação é interessante assistir, ou se gosta apenas de ficção científica e gosta de ter ideias para imaginar como será o futuro este é um filme bom também.

 Bom, como estou muito mais preocupada com o meu presente vou ficando por aqui e até o próximo post pessoal.

Bisous.*

Isabela Snorkle

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s